PROGRAMAÇÃO

EXPOSIÇÃO MÃE TERRA

1 OUTUBRO, 16H30 [FAMÍLIAS] ATÉ 17 OUTUBRO EXPOSIÇÃO

A autora das ilustrações do livro mãe Terra, terra Mãe propõe
a recriação das mesmas num formato tridimensional. Estas composições, realizadas a partir de materiais naturais e pasta
de papel, assentam na exploração da arte efémera e mimetizam, na sua finitude, o ciclo da natureza. Paralelamente, desejam comunicar a riqueza de inspiração e matérias-primas que esta terra e mãe nos oferece à imaginação criativa, num regresso a casa.

CRIAÇÃO E PRODUÇÃO ANDREIA ALBERNAZ


XIRIBI BA BA BA BACH

1 OUTUBRO, 17H [FAMÍLIAS] 2 OUTUBRO, 10H30 6AOS36MESES·40MIN TEATRO

É no “Bê” que aprendemos a sentir e no “Bach” que brincamos com o som. Fraldinhas à parte, mas já somos muito crescidos para poder sentir a música e entender que a maior verdade é dita entre pausas e melodias, entre intensidades e dinâmicas descontroladas e entre as mãos suadas de um maestro, que tinha o sonho de continuar a acreditar que a verdadeira música bate dentro do peito de cada um. Xiribi Bá Bá Bá Bach Urra! Urra! Urra, Maestro!

“Bach não é um riacho, mas um mar…” – L.V. Beethoven

CRIAÇÃO E ENCENAÇÃO SANDRA JOSÉ INTERPRETAÇÃO ANA ENES, CAROLINA PICOITO PINTO, SARA FERRAZ E
SANDRA JOSÉ CENOGRAFIA E MARIONETAS MARTA FERNANDES DA SILVA DIREÇÃO MUSICAL E VIOLONCELO CATARINA ANACLETO PIANO LUISA GONÇALVES VIOLINO RITA FRANCO COLABORAÇÃO DOS JOVENS MÚSICOS DINIS BRITO (PIANO) FRANCISCO VAN EPPS (GUITARRAS) FIGURINO (CASACA) CATARINA BRITO CONFEÇÃO FIGURINO (CASACA) FLÁVIO TOMÉ E ÓSCAR RODRÍGUEZ LEMA VÍDEO VIDEOATTACK FOTOGRAFIA SUSANA CHICÓ APOIO TÉCNICO JOÃO GOMES DA SILVA IMAGEM DESIGN GRÁFICO HUGO MERINO FERRAZ DIREÇÃO DE PRODUÇÃO MARIA JOÃO TRINDADE PRODUÇÃO LUA CHEIA TEATRO PARA TODOS


CONVERSA MÃE TERRA, TERRA MÃE

1 OUTUBRO, 18H30 [FAMÍLIAS] 45 MIN
CONVERSA

Redonda, a forma da Terra inspirou esta viagem poética, reconhecida pelas dádivas que nos oferece. E porque redonda e matricial fica o apelo: é urgente semear novos modos de a habitar.

TEXTO FÁTIMA FREITAS ILUSTRAÇÃO ANDREIA ALBERNAZ


XIRIBI FaFaFa BACH

2 OUTUBRO, 16H [FAMÍLIAS] 6AOS36MESES·40MIN TEATRO E MARIONETAS

Os bebés e os acompanhantes são convidados a usar alguns materiais inspirados no espetáculo e, através dos movimentos
e música de Bach, se brincará com o ritmo e toda a linguagem musical intrínseca à criança e ao jogo dramático que desencadeia.

CRIAÇÃO SANDRA JOSÉ


10 DOBRAS

3 OUTUBRO, 10H30 [FAMÍLIAS]

0 AOS 3 ANOS · 40MIN

ESPETÁCULO / OFICINA

Uma experiência imersiva no corpo, no som e no movimento.
O olhar distraído deixa-se perder num pé, numa dobrinha entre a perna e o tornozelo, no chão e suas texturas. Nasce uma dança, uma mão toca a outra, a voz balbucia um som e espanto-me com aquilo que sai da minha boca.

Talvez, sejam garatujas sonoras. Depois de muitos sons nasce uma palavra, mas de tão tímida, esconde-se outra vez dentro do próprio corpo. Outros sons aparecem e lá está: a palavra retorna na ponta da língua, cheia de novos contornos… nasce uma música. São dez pequeninas dobras, dez poemas em som e movimento que convidam as pessoas de 0 a 3 anos, suas famílias e amigos, num mergulho por dentro do próprio corpo. A palavra pode nascer do gesto que nasce de uma dobra. Na medida em que o corpo se desdobra, a palavra transforma-se em música, em poemas, em movimento.

COM CLARA BEVILAQUA E GUI CALEGARI PRODUÇÃO BAILEIA


MÚSICA DE BRINCAR

3 OUTUBRO, 10H30 [FAMÍLIAS]
0 AOS 3ANOS · 40MIN

CONCERTO

No palco e na brincadeira tudo é possível: o músico-cantor transforma-se em narrador e em bicho. Transita entre ser performer e brincante, que convida o público a explorar a diversidade sonora de cada canção.

O concerto Música de Brincar é uma criação musical em que
Gui Calegari apresenta suas canções para os mais pequeninos
e suas famílias. Para o Festival Cucu, este momento será ainda mais especial com os sons de um convidado especial: Rui Pessoa. Quando dois brincantes se encontram, maior é a brincadeira.

Ao juntarmos os sons das vozes, percussão e sons mágicos, temos uma brincadeira completa.

CRIAÇÃO E COMPOSIÇÃO GUI CALEGARI MÚSICO CONVIDADO RUI PESSOA PRODUÇÃO ARTÍSTICA BAILEIA – ARTE INFÂNCIAS


MANUEL

5 OUTUBRO, 10H30 E 16H [FAMÍLIAS] 6 OUTUBRO, 10H30 [ESCOLAS] MAIORES DE 3 · 45 MIN
TEATRO

Uma homenagem à infância vivida no ambiente rural português, uma homenagem à inocência de um menino nutrido pelo amor da sua mãe, pelo contacto com a Terra e com a natureza. Uma visão ficcionada e romântica do ambiente rural português. Manuel é uma homenagem poética à infância que os meus pais viveram em Portugal, trabalhando e sonhando, erguendo-se antes do nascer do sol para ir pastar o gado. Será através do olhar feliz de Manuel que vamos conhecer e sentir esta Terra. Um espetáculo revestido

de símbolos e rituais expressos pela linguagem do Teatro de Objetos e por ambiências musicais que nos farão sentir a Terra como útero da nossa essência e das nossas emoções primárias. Manuel simboliza a criança que habita em cada um de nós.

CONCEÇÃO, CRIAÇÃO, INTERPRETAÇÃO E PRODUÇÃO MARIA DE VASCONCELOS MÚSICA MARIA DE VASCONCELOS E “A MÚSICA PORTUGUESA A GOSTAR DELA PRÓPRIA“ DE TIAGO PEREIRA


DO PÉ PARA A MÃO

8 OUTUBRO, 10H30 [ESCOLAS] 9 OUTUBRO, 16H [FAMÍLIAS] MAIORES DE 3 · 40 MIN TEATRO

Chegoaopécomamãoouàmãocomopé? Onde começa o meu corpo?
Onde acaba o teu?
O corpo encolhe, mas também estica!

E as pernas? Lá vão, lá vão, lá vão…
O corpo ocupa espaço e cresce no tempo. Ou será ao contrário? Assim cresce o meu corpo. E o teu?

CRIAÇÃO E INTERPRETAÇÃO ÂNGELA RIBEIRO, SUSANA ROSENDO MÚSICA CANTAR MAIS / APEM CENOGRAFIA E FIGURINOS CATARINA PÉ CURTO OFICINAS LABORATÓRIO JI CENTRO PAROQUIAL DE ALMADA + JI PADRE RICARDO GAMEIRO PRODUÇÃO EXECUTIVA EMBALARTE


CAPUCHINHO

9 OUTUBRO, 10H30 [FAMÍLIAS]

6 AOS 36 MESES · 40MIN

TEATRO

«“Mamã, avó, floresta, bolo.” A palavra dita, narrada a partir de um livro que se abre, sugere o poder transformador do cenário em imaginário. “Cuidado, lobo, perigoso.” A narradora-mãe adverte o desconhecido. E a Capuchinho-bailarina, em seu singular percurso, dança ao luar com o lobo mentiroso, na floresta que também é a casa da avó de boca tão grande que afinal era o lobo, que não era assim tão mau mas que tinha fome. O caçador ouve o grito e não mata, mas salva. A moral é apaziguadora.
Uma peça montada a partir de inesperados contrastes que

servem para iluminar cada um seus elementos, personagens animadas, de carne e osso, e inanimadas, os objectos do cenário. A expressão corporal e a dança relevam o perfil da sonoridade da sílaba e da música. Quem consegue ficar indiferente ao maravilhoso Dueto de Gatos e à Exaltação dos Animais? A imagem,
o movimento, o som e a palavra eximiamente sincronizados, num auto em que era uma vez uma história encantada, dramática e vivamente encantadora». Jini Afonso

ENCENAÇÃO PAULO LAGE COREOGRAFIA ELSA MADEIRA INTERPRETAÇÃO CHEILA LIMA, DUARTE MELO, SOFIA LOUREIRO CENOGRAFIA ANA PAULA ROCHA PRODUÇÃO TEATRO PLAGE


ÁGUA

10 OUTUBRO, 10H30 E 16H [FAMÍLIAS] 11 OUTUBRO, 10H30 [ESCOLAS] 6AOS36MESES·40MIN
DANÇA CONTEMPORÂNEA

Que água é esta que nos rodeia e nos preenche? Do rio que corre, a um gelo que nos paralisa; do mar que nos completa a uma lágrima que cai; do vapor a uma bola de sabão… a chuva. Correntes e marés percorrem um corpo que dança, que se expressa e leva a Água aos mais pequenos. Um espetáculo de dança contemporânea para os mais novos que parte do elemento essencial à vida. Um momento sensorial e exploratório repleto de estímulos que preenchem o quotidiano e que aqui ganham um novo significado.

CRIAÇÃO E INTERPRETAÇÃO MARIA JOÃO GOUVEIA DESIGN, IMAGEM ESTÚDIO13/MADALENA CORREIA APOIO À INSTALAÇÃO MADALENA CORREIA DRAMATURGIA ANDRÉ MELO PRODUÇÃO ESTÚDIO 13


CONCHAS

16 OUTUBRO, 10H30 E 16H [FAMÍLIAS]
BEBÉS (0 AOS 5) E ACOMPANHANTES · 45 MIN TEATRO

Partindo da memória coletiva de ambos os países (Portugal e Noruega), misturou-se a música, a expressão dramática e corporal, o movimento e as marionetas e encontrou-se um compromisso cultural identitário. Um espetáculo icónico onde a abordagem não-verbal ganha forma através da fusão fonética das duas línguas, criando novas palavras e sons, aliada à musicalidade
e à linguagem corporal. Conchas conta a história de viajantes, pintados na tela, reais e imaginários, privilegiando os bebés e as suas famílias, porque este público é a semente que germina.

ENCENAÇÃO FILIPA MESQUITA INTERPRETAÇÃO E MANIPULAÇÃO CLARA RIBEIRO INTERPRETAÇÃO E MÚSICA RICARDO FALCÃO APOIO À DRAMATURGIA FRANZISKA AARFLOT CRIAÇÃO MUSICAL MANUEL MAIO E RICARDO FALCÃO MARIONETAS, CENÁRIO E ADEREÇOS ENVIDE NEFELIBATA COPRODUÇÃO D’ORFEU AC / MARIONETAS DE MANDRÁGORA


SEMILLAS

17 OUTUBRO, 10H30 E 16H [FAMÍLIAS] 6MESESAOS5ANOS·45MIN TEATRO / MARIONETAS

Realizamos teatro para bebés porque queremos despertar na criança amor pelo teatro. Semillas é um espetáculo de teatro para bebés que procura sensibilizar e ligar o público com a natureza através da música, bonecos, momentos cómicos e poéticos. Com este espetáculo, queremos plantar sementes de amor, esperança, ilusão e magia.

DIREÇÃO MARIA DE VASCONCELOS INTERPRETAÇÃO ALFREDO MUZABER DESENHO DE MARIONETAS JORGE CANITA CONSTRUÇÃO E PRODUÇÃO DAS MARIONETAS MARGARIDA ALMEIDA E ALFREDO MUZABER PRODUÇÃO TEATRO 4 ELEMENTOS (ES)


Espetáculos e Oficinas – 12€ (1 bebé + 1 adulto)
                                                         6€ (crianças até 12 anos)
                                   7€ (adultos)
Pack  – 5 Espetáculos / 4 bilhetes Família (máximo 2 adultos) – 75€

Para reservas de bilhetes – bilheteira@luacheia.pt